Como fazer intercâmbio nos Estados Unidos durante o ensino médio?

Notícia

Como fazer intercâmbio nos Estados Unidos durante o ensino médio?
Fabio Reis

Estudantes do ensino médio buscam cada vez mais oportunidades para ter uma experiência no exterior. Uma maneira comum de fazer isso é através de intercâmbios em diversas modalidades diferentes. E se você está procurando mais informações sobre o assunto, veio ao lugar certo!

Aqui vamos falar sobre como funcionam esses intercâmbios e vamos tirar suas principais dúvidas sobre o assunto. Aqui, você verá:

  1. Como funciona o intercâmbio no ensino médio?
  2. Quanto custa fazer o intercâmbio?
  3. Existe bolsa de estudos para estudantes?
  4. É possível aproveitar as matérias cursadas no Exterior no Brasil?
  5. Há alguma alternativa para o intercâmbio?

Como funciona o intercâmbio no ensino médio?

Por definição, esse tipo de  intercâmbio é para alunos, normalmente entre 14 e 18 anos, que estão cursando no ensino médio em seus países. Há programas para intercâmbio em diversos países, como Inglaterra, Irlanda, Canadá, Austrália, mas o mais procurado é para os Estados Unidos.

Os programas costumam ser de um semestre, ou um ano, mas há também a possibilidade de estudar por menos tempo, como nos programas especiais de inverno e de verão, durante as férias escolares (entre dezembro e fevereiro, ou no meio do ano, entre junho e agosto).

Esses programas para estudantes do ensino médio costumam ser feitos através de agências de intercâmbio, que têm parcerias com escolas estrangeiras e que, por um preço fechado, hospedam o aluno na casa de uma família, mas às vezes também em uma residência estudantil, e acompanham sua estadia, ficando responsáveis por resolver qualquer problema que aparecer.

Quanto custa fazer o intercâmbio?

Os preços podem variar muito, dependendo do tempo que o aluno ficará no país, do tipo de hospedagem e até mesmo da cidade em que o aluno ficará. Um programa de verão na DePaul University (em Chicago, Illinois) para alunos do ensino médio por 4 semanas custa cerca de US$ 2,000, incluindo estadia, transporte, materiais e passeios, mas não as passagens de avião nem mesmo o seguro de vida, que é obrigatório. Por outro lado, intercâmbios de um ano podem facilmente custar US$ 40,000.

Aqui, é muito importante fazer uma pesquisa detalhada e cuidadosa na internet, para garantir que você conhece os principais programas de intercâmbio e pode fazer uma comparação de preços. Vale lembrar que nem tudo se resume ao preço nesses casos, já que é importante também considerar a seriedade das empresas, o que dizem as pessoas que já fizeram algum programa com elas, para ter certeza de que você está em boas mãos.

Existe bolsa de estudos para estudantes?

Há ainda uma série de programas de incentivos que oferecem bolsas de estudos para alunos que querem estudar fora por algum tempo.

O programa de verão Young Global Scholars, da Yale University, oferece bolsas de até 100% para alunos de ensino médio do mundo todo que não têm condições de pagar o valor normal, acima de US$ 6,000. Esta inclusive é uma ótima oportunidade para quem não quer passar o ano todo fora do país, e ainda assim ter uma experiência universitária nos Estados Unidos.

a United World Colleges (UWC) oferece bolsas integrais e parciais para alunos entre 15 e 18 anos, que queiram estudar o ensino médio em uma das escolas parceiras em diferentes países pelo mundo - incluindo os Estados Unidos.

Recomendamos mais uma vez fazer uma pesquisa na internet para ficar por dentro dos programas de bolsas para estudantes que querem estudar nos Estados Unidos ou mesmo em outros países, pois as possibilidades são muitas. Entretanto, todos esses processos são demorados e têm prazos muito específicos. Por isso, é importante começar a pesquisar e se preparar cedo, de preferência 6 meses ou um ano antes da data que se quer viajar.

Outra dica é ver o que o seu próprio país pode oferecer para você. Muitos países possuem bolsas e incentivos específicos para estudantes do ensino médio. 

É possível aproveitar as matérias cursadas no exterior em minha escola?

Para os alunos que fazem o intercâmbio por longos períodos, como nos programas de um ano, é essencial saber se eles poderão aproveitar as disciplinas cursadas no exterior. Até porque, se você não conseguir aproveitá-las, acabará tendo que voltar para o ano que estava quando saiu do país, o que pode não ser uma boa coisa.

A resposta curta é "sim, você pode", porém, pode não ser tão fácil assim, já que tudo depende diretamente da escola que você frequenta e também a escola para onde vai no intercâmbio. 

Por causa do sistema federativo, que dá grandes liberdades para cada um de seus Estados, nos Estados Unidos, cada Estado tem leis específicas, incluindo na área de educação. Assim, os currículos escolares têm regras diferentes para cada local.

A principal dica aqui é conversar diretamente com a sua escola no momento em que você decidir fazer o intercâmbio para saber logo quais são as diretrizes para aproveitamento de matérias em casos como esse. Em grandes escolas, onde é mais comum alunos fazerem esse tipo de intercâmbio, você provavelmente não terá problemas.

Em seguida, o mais importante é informar a sua escola, assim que souber para onde irá no programa. Converse com a empresa que cuidará do seu intercâmbio e consiga o currículo que você estudará na sua escola nos EUA. Sabendo as disciplinas que você irá cursar, ficará mais fácil para a sua escola se preparar para quando você voltar.

Há alguma alternativa para o intercâmbio?

Vimos que programas de intercâmbio podem custar de US$ 2,000 (sem incluir passagens e seguro de vida) para um mês, e até facilmente US$40,000 (ou mesmo mais, dependendo do programa!) para um ano de estudo.

Esses valores, entretanto, podem estar além do que você tem condições de pagar. Então, haveria alguma alternativa interessante para estudantes que ainda querem ter uma experiência americana?

Uma boa saída é procurar um programa de high school americano aí mesmo onde você está. Existem cada vez mais escolas internacionais espalhadas pelo mundo, oferecendo a experiência de estudar em inglês com professores nativos principalmente em currículos americanos e canadenses sem que precisem sair dos seus países de origem. Há, até mesmo, a possibilidade de fazer o high school americano online, da sua casa.

Apesar de você não viajar, esses programas garantem a você uma experiência diferenciada durante o high school, e uma preparação adequada para que você possa tentar um intercâmbio mais para frente, ou mesmo tentar uma faculdade nos Estados Unidos. Por que não?

 

Agora que as perguntas estão respondidas, você pode começar a preparar seu intercâmbio! E se quiser saber mais sobre o high school, visite nosso site: waybrasil.net